quinta-feira, 7 de junho de 2012






         Pr. Neraldo  Santana,Pr. Vitório(fundador do Ministerio,Igreja Primitiva de Cristo Jesus) e Irmã Sandra,sobrinha da Minha espôsa. Em Canavieiras-Ba.www.igrejaprimitivadecristo.com

terça-feira, 5 de junho de 2012

Dica de Saude:

A fruta que mata as células cancerígenas. ATÉ QUE EM FIM, UM INSTITUTO FABRICANTE DE MEDICAMENTOS SE COMOVE COM OS QUE SOFREM COM O CÂNCER (PIEDADE EM ALGUNS CASOS, PARA QUEM SOFRE OS DEVASTADORES EFEITOS ADVERSOS DA RÁDIO E QUIMIOTERAPIA), FAZENDO CONHECER ESTAS QUALIDADES DA GRAVIOLA, FRUTA TÃO CONHECIDA EM NOSSAS TERRAS.
É  BOM  SABER E  POR  EM  PRÁTICA.

REENVIAR A TODO O MUNDO...!!! POR FAVOR E PELO BEM DE TODOS!!!
A Guanábana ou Graviola é um produto milagroso para matar as células cancerosas.  É 10.000 vezes mais potente que a quimioterapia.  Por que não sabemos disto?  Porque existem organizações interessadas em encontrar uma versão sintética, que lhes permita obter fabulosas utilidades.  Assim que de agora em diante  você poderá ajudar a um amigo(a) que necessite, fazendo-lhe saber que lhe convém beber suco de Graviola  para prevenir a doença.  Seu sabor é agradável. E não  produz os horríveis efeitos da quimioterapia. Se tem a possibilidade de fazer, plante uma árvore de Graviola em seu quintal. Todas  suas  partes são úteis.
A próxima vez que você quiser tomar um suco, peça de graviola.

Quantas pessoas morrem enquanto este segredo tem sido absurdamente guardado para não por em riscos as utilidades multi-milhonarias e vergonhosas de grandes corporações?
Como você bem sabe, uma árvore não ocupa muito espaço, além de ser útil.
É conhecida pelo nome de Graviola no  Brasil, guanábana nos países  Hispano americanos e“Soursop”  em Inglês. A fruta é muito grande e sua polpa branca, doce, come-se diretamente ou se a emprega normalmente, para elaborar bebidas, sorvetes, doces, etc. O interesse  desta planta deve-se  a seus fortes efeitos anti cancerígenos.  Ainda lhe atribuem muitas mais propriedades, o mais interessante dela é o efeito que produz  sobre os tumores ... Esta planta é um remédio contra o câncer provado, para o câncer de qualquer tipo.  Há quem afirme que é  de grande utilidade em todas as variantes do câncer.
Considera-se, além do mais, como  um agente anti-microbiótico de largo espectro contra as infecções bacterianas e fungos;  é eficaz contra os parasitas intestinais  de maneira geral, regulariza a pressão arterial alta e é antidepressiva, combate  a tensão, etc.

A fonte desta informação é fascinante: vem de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo,  que  afirma que, depois de mais de 20 provas  de laboratório, realizadas a partir de 1970 os extratos revelaram que:
destrói as células  malignas em 12 tipos distintos de câncer, incluindo o de cólon, de ceio, de próstata, de pulmão e do pâncreas…
Os compostos desta  árvore demostraram atuar 10.000 vezes melhor, retardando o crescimento das células de câncer que  o produto Adriamycin, uma droga quimioterapêutica, normalmente usada no mundo.
Entretanto, o que é mais assombroso: este tipo de terapia, com o extrato de Graviola, destrói  somente as células malignas do câncer e não afeta  as células sãs.
             Recebir esta dica de um amigo meu, e então resolvir, compartilhar com todos vocês. 1 forte abraço a todos e muita saúde tambem.,,,,até mais,,,,,  Neraldo Santana-neraldosantana2009@hotmail.com

domingo, 3 de junho de 2012

Opinião Cristã,,,,

Opinião cristã - silenciar ou falar em hora errada



Opinião. Ao cristão, quanto vale ter e manifestar uma opinião? Eclesiastes 3 nos manda falar e também calar, porque ficar calado é tão importante quanto falar. Mas, cada uma dessas duas ações possui seu momento ideal e são extremamente eficazes quando aplicadas corretamente.
Saber usar o tom, momento e direção corretamente para opinar são características de sábios. Muitas vezes testemunhei pessoas irritadas, em fila de banco, a reclamar com o funcionário operador de caixa pela demora. O pobre atendente não é capaz de resolver o problema. Esse modo de enfrentar a situação dificilmente desemboca em solução. A pessoa com autoridade para solucionar é o gerente da agência e é para ele que o cliente incomodado deveria manifestar o descontentamento.
Certa vez, ouvi um depoimento sobre determinado evangelista, que em uma viagem de trem por acaso encontrou-se com um ateu. Eles conversaram bastante, até que entrou o assunto Evolução Versus Criação e iniciou-se um debate. Ele seguia o translado acompanhado de um jovem, que ficou bastante admirado ao perceber que o evangelista não apresentava diversos argumentos sobre o tema que dominava muito bem. Quando saltaram do trem, o jovem lhe perguntou a razão para não apresentar tudo o que sabia. E ouviu: "Meu amigo, meu interesse não era ganhar o debate, mas a alma daquela pessoa para Jesus. No momento ideal o informarei."
A música possui sete notas. Para que seja possível haver melodia e harmonia musicais, entre as notas são postas o silêncio, chamado de tempo. Assim como na música, em nosso cotidiano existe tempo para falar e tempo para manter-se calado, cada qual em seu momento para que o resultado final seja excelente. Mas muitas vezes o capricho que temos para manter nossa imagem em posição de superioridade, nos tornamos incômodos e pedras de tropeços. Destruímos os momentos que nos são postos para silenciar. Estragamos os planos de instrumentalização que  Deus traçou em nossas vidas porque abrimos a boca fora do momento oportuno.
Nem sempre é momento para calar, assim como nem sempre é preciso emitir o parecer. Quantas vezes nos adiantamos e o que pensamos é apenas presunção do saber e falamos equivocadamente? E quantas vezes somos guiados pela opinião pública, que não é o conceito de Deus para o que pensamos de maneira coletiva, e nos silenciamos quando precisávamos manifestar o conteúdo da Palavra de Deus exatamente como ela é?
A opinião cristã não será ouvida se dita em momento que o correto seria calar. O evangelista fora de hora será visto como alguém chato, inconveniente, inconsequente. Em outro extremo, também de nada valerá ter a Palavra de Deus no coração, guardá-la para si e apenas falar sobre outras coisas conformadas com as ideias que estão em curso neste mundo.
Enfim, a lâmpada não brilha eficazmente debaixo do sol, e o sal deve ir à panela de acordo com a recomendação da receita culinária. É preciso orar e pedir sabedoria ao Senhor para viver em nossa geração como sal e luz apropriados às necessidades, salgando e iluminando de maneira exemplar.
E.A.G.